• 19-07-2024

Telespectadores ficaram revoltados com imagens exibidas pelo programa para representar a Angola.

Um dos meus costumes quando era criança era folear os livros de história (minha matéria favorita). Nos capítulos dedicados à Europa, sempre se via imagens de grandes reis, muito ouro, pensadores, pintores, filósofos, etc. Já quando íamos para a história da África, víamos canhões de guerra, pessoas pretas esquálidas (geralmente com uma pessoa branca do lado oferecendo ajuda), pobreza, pessoas mutiladas e hospitais. Parece que o editor de vídeos do Mais Você, programa comandado pela Ana Maria ajudou a escrever os livros de história do meu ensino fundamental. 

Ao mencionar Angola (terra de nascença de Tina, participante do BBB 23) Ana Maria fala das riquezas de África, e em seguida vemos uma série de vídeos de guerra, morte e pobreza. A desculpa (ou a nota de repúdio) será falando do "mau jeito" do editor de vídeos e que ele errou. Mas, eu e você sabemos que isso é o racismo estrutural em sua mais pura espécie: enxergar pessoas pretas como selvagens, para um país majoritariamente preto, reforça a imagem que o lugar de onde vieram os nossos ancestrais é um espaço hostil. Duvido muito que se Tina fosse branca e tivesse nascido na Europa, as imagens seriam das atrocidades acontecidas na Ucrânia recentemente ou de como o nazismo matou europeus.

Enquanto o Brasil não parar e estudar a sua história (como se deve) vamos continuar contando as narrativas sobre os olhos do opressor. Bem, agora é esperar a assessoria pedir desculpas, quando esse texto viralizar.
 

 

Will Marinho

Jornalista, redator publicitário e escritor. Mineiro de 31 anos, o profissional coleciona passagens por veículos como CNN e Casa Vogue, bem como campanhas assinadas para marcas como Chivas Reagal, Samsung, Sallve, Pepsi e Will Bank.